domingo, setembro 30th, 2012 | Author:

A Ibèrica esquenta o clima da festa com velas em forma de gota, que voce reproduz em vàrios tamanhos, nas cores tradicìonais do Natal.

Na comemoracjao dos 25 anos de formatura, o cirurgiáo-dentista Jayme Preuss contou orgulhoso aos colegas que continuava atuando na área, só que, em vez de tratar de dentes, “tinha passado a iluminar bocas”  com velas, emendou. Assim se revela o bom humor do criador da Ibérica, empresa especializada em velas artísticas. Durante os 17 anos em que clinicou, ele manteve, além do consultorio, urna fábrica de gesso, através da qual conheceu um fabricante de velas. Brincando, ofereceu-se para ser , socio, o que nao demorou muito tempo para acontecer. Nascia assim a Ibérica. Como os negocios nao paravam de crescer, o dentista decidiu dedicar-se exclusivamente as velas. Entáo fechou o consultorio e tratou de comprar a outra parte da sociedade. A empresa já completou 35 anos e atualmente é tocada por Jayme, sua esposa e os tres filhos: urna arquiteta, um administrador e um engenheiro. A Ibérica fornece velas artísticas para todo o Brasil, com um capricho e qualidade que se estendem também as embalagens. Urna das prioridades de Jayme é o acabamento das pecas, que é feito artesanalmente.Também para diferenciar o produto, toda a materia-prima é submetida a teste de qualidade
antes de ser comprada.Todo este esforco, confessa Jayme, é um sinal de respeito ao consumidor, cada vez mais exigente e, curiosamente, cada dia mais interessado em velas. “É que aos poucos os brasileiros estio incorporando o hábito dos europeus e americanos de usar velas nas casas, restaurantes e hotéis, como um meio de tornar os ambientes mais aconchegantes”, comenta o dono da fábrica. Ele acredita que as velas estio perdendo a conotacto místico-religiosa, o que amplia suas possibilidades decorativas. Opcòes em modelos nào faltam: a pròpria Ibérica tem urna linha de cem itens, muitos criados a partir da sugestáo dos próprios clientes, sempre seguindo urna padronagem básica, para permitir maior versatilidade. A fábrica costuma fornecer seus produtos para decoracao de salòes de festas e até de sitios e igrejas para casamentos. Mas tao bom quanto ter velas em casa é acende-las de fato, diz Jayme, referindo-se á falta de hábito das pessoas, que só adotam velas quando falta energia elétrica. Ele aproveita para lembrar que um jantar à luz de velas pode ser, além de muito agradável, um fato corriqueiro na vida das pessoas.Vela nao serve só para comemorar datas especiáis, ressalta, mas justamente para tornar “especial” um dia comum.

Jayme Preuss deixou a carreira de dentista para dedicarse integralmente á Ibérica. A empresa confecciona modelos artísticos quefazem sucesso em todo o País, como a pega que Faca Fácil ensina, modelada com ajuda deforma.

Compartilhe no:
  • Orkut
Você pode acompanhar os comentários desse post através do RSS 2.0 feed. Você pode ou mandar um, or trackback do seu site pra cá.
Deixe um comentário » Log in


You must be logged in to post a comment.