Arquivado em la Categoría » Sem categoria «

terça-feira, outubro 23rd, 2012 | Author:

Topiaria Religiosa.

NOSSA SENHORA APARECIDA, A PADROEIRA DO RRASIL, eternizada em um belo trabalho de artesanato. O colorido das pedras e a imagem rústica da santa envolta em um tule transmitem um clima de paz e esperança aos religiosos.

Material:
– meia bola de isopor
– pedras brasileiras de várias cores
– tela dourada
– flores de seda
– imagem de Nossa Senhora de pedra sabão
– tesoura
– cola quente

1 Em primeiro lugar, comece colando as pedras na bola de isopor.
2 Procure alternar as cores das pedras para dar mais destaque.
3 Em seguida, passe cola na base da imagem e cole no centro da bola de isopor.
4 Envolva a imagem com a tela dourada deixando a frente livre.
5 Prenda a tela na base
6 Cole mais algumas pedras sobre a tela que já está presa no isopor.
7 Cole algumas flores de seda nos pés da imagem para dar o acabamento.
Veja como uma simples imagem de pedra sabão se transformou em uma linda topiaria religiosa.

Compartilhe no:
  • Orkut
quarta-feira, outubro 10th, 2012 | Author:

Biscuit: a massa que dá forma a lembranças, flores e objetos decorativos e imita o mármore branco com que os artistas dos séculos 15 e 16 esculpiam suas obras.

Massa básica para biscuit.

Material:
– 2 xícaras (chá) de maisena
– 3 xícaras (chá) de cola Cascorez Extra
– 1 colher (sopa) de vaselina líquida
– 1 colher (sopa) de sódio de benzoato (para clarear e conservar a massa)
– 1 colher (café) de formol
– 1 colher (sopa) de suco de limão
– colher para mexer a massa
– creme hidratante para as mãos (não gorduroso)
– saco plástico para acondicionar a massa

Modo de fazer utilizando o microondas:
1 Em uma panela antiaderente, coloque a maisena, a cola, a vaselina líquida, o sódio de benzoato e o formol.
2 Mexa bem com a colher de pau.
3 Leve ao microondas e programe o forno para 3 minutos em potência máxima. A cada 1 minuto, abra o forno e volte a mexer a massa para que cozinhe por igual e acompanhe melhor a consistência. Dependendo de sua rede elétrica e do tamanho de sua xícara, este tempo pode ser alterado.
4 Quando já estiver cozida, coloque o creme nas mãos e sove a massa – ainda quente -até que a mesma fique maleável e não grude na superfície de trabalho. O segredo de uma boa textura é sovar bem a massa ainda quente, colocando somente a quantidade de creme hidratante recomendada.
5 Depois de pronta, a massa deve ser conser-vada em sacos plásticos bem vedados ou ainda utilizada no mesmo instante que tiver sido feita.

Modo de fazer utilizando fogão.
Coloque todos os ingredientes em uma panela antiaderente. Leve ao fogo brando, mexendo com a colher de pau até a massa ficar bem consistente e desprender do fundo da panela. Após, despeje a massa sobre uma pedra de mármore ou superfície semelhante.
Coloque o creme hidratante nas mãos e comece a sovar como se fosse massa de pão até que fique bem lisa. Depois de pronta, acondicione a massa em sacos plásticos bem vedados, untando com creme para as mãos.

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: Sem categoria  | Tags:  | Deixe um comentário
quarta-feira, setembro 26th, 2012 | Author:

Estampas inusitadas reeditam, com muita bossa, um clássico da moda bebé: o eterno sapatinho-boneca.

Para que, além de bonito, o modelo fique confortável, capriche em cada detalhe, a comegar da escolha do tecido. Pela versatilidade e variedade de cores e padróes, o brim se apresenta como um dos materials mais indicados. Como acabamento, lance mao do viés combinando com a estampa ou em um tom bem contrastante.

Receita: 15 cm de brim listrado, compoás ou estampado, conforme sua preferencia; 1 botao pequeño; viés suficiente para os acabamentos.
Nota: as pegas A, seguidas do número, correspondem ao tamanho de 6 meses e as B, de 9 meses.
Corte: pegas 1,1A e IB — Parte superior do pé — Com os tecidos dobrados pelo centro da frente, corte quatro vezes para cada par de sapatinhos, sendo duas vezes para o forro. Pecas 2,2A e 2B – Sola -Corte quatro vezes, sendo duas para o forro. Pega 3 — Alcas de abotoar — Corte oito vezes, sendo quatro para o forro.

Montagem: una as pecas para os sapatinhos e para o forro separadamente. Fazendo coincidir as marca-coes, costure a ponta reta das alcas em cada lado da pega do peito do pé. Feche o meio das costas dos sapatinhos e do forro e abra as costuras a ferro. Una o forro as pegas dos sapatinhos (sola e peito do pé), avesso sobre avesso, e alinhave á volta toda. Novamente, faga coincidir as marcagóes, e entáo una e costure as solas as pegas superiores. Recorte rente as sobras das costuras. Dé o acabamento das bordas das costuras e das bordas superiores com viés. Faga urna casa na ponta arredondada da alga de abotoar e pregue o botao.

Compartilhe no:
  • Orkut
sexta-feira, abril 20th, 2012 | Author:

PONTO DE CRUZ.
Capricho sob encomendo.
Quem resiste à faixa de chocalhos?
A estante do bebê ganha cor e encanto com a faixa bordada que transmite todo o carinho da mamãe.
FALXA BORDADA COM MOTIVO DE CHOCALHO.
MEDIDAS: Bordado = 7 x 2,5 cm.
MATERIAL: Fio Anchor Corrente nas cores indicadas na legenda, ag. para bordar, etamine branco e viés azul.
PONTOS EMPREGADOS: Ponto de Cruz e Ponto Atrás.
EXECUÇÃO:
Cortar a faixa nas medidas desejadas e marcar o centro com carreiras de pontos de alinhavo. 0 gráfico mostra 1 motivo completo, com o centro indicado pelas setas. O bordado é feito em Ponto de Cruz e Ponto Atrás e cada quadrado no gráfico representa 1 ponto. Bordar o motivo central da faixa, seguindo o gráfico e a legenda de cores. Repetir o motivo à direita e à esquerda do motivo central, o número de vezes desejado, mantendo 2 cm de distância entre cada um.
Arrematar aplicando o viés nas beiradas superior e inferior.

Compartilhe no:
  • Orkut
quinta-feira, março 29th, 2012 | Author:

Protetora do meio ambiente.
Neste estilo diferente de Tie-dye, com simples dobras, é possível criar os mais variados desenhos. Para este trabalho, escolhemos uma sacola no modelo vai-e-volta para supermercados. Veja como dar novas cores a esta idéia ecologicamente correta.
Materiais:
• bolsa de mercado ecológica.
• tinta aquarela Sedacolor nas cores amarela, laranja e terracota.
• pulverizador.
• agua.
• luvas.
• recipientes plásticos para as tintas e para a imersão.
• palito de churrasco.
Passo-a-passo:
1 Umedeça a bolsa com o pulverizador.
2 Dobre a bolsa em diagonal e mergulhe a ponta na tinta amarela.
3 Esprema a ponta do trabalho tingida no passo anterior para retirar o excesso da tinta.
4 Em seguida, aplique a tinta laranja. Use o palito de churrasco para auxiliar na penetração da tinta.
5 Repita o procedimento com a tinta terracota.
6 Finalize o trabalho com a tinta amarela, colorindo também as alças. Deixe a peça descansar sobre o plástico por 20 minutos e, depois, leve para secar à sombra.
7 Veja o resultado final após a secagem completa da peça.
Dicas:
Para esta técnica, a bolsa pode ser de brim, lona, lonita ou algodão cru, como foi usado no passo-a-passo.

Compartilhe no:
  • Orkut
sexta-feira, março 09th, 2012 | Author:

Lembram as penas indígenas, usadas como enfeite pelos nativos dos Andes, os multicoloridos desenhos traçados pelo jacquard nesse aconchegante pulôver de fundo azul. Comece a tricotá-lo, a partir da pala, com o fio Pingouin Família.

Compartilhe no:
  • Orkut
quarta-feira, janeiro 04th, 2012 | Author:

Pulôver masculino marron.
Tamanho – 42/44.
Material: Pingouin Família – 11 nov. m. cobre; ag. para tricô Pingouin ne 4 e 5; ag. circular Pingouin n 4.
Pontos empregados:
Barra 1/1. Ponto meia. Avesso do ponto meia. Ponto fantasia – Seguir os gráficos 1 e 2. Bordado – Em ponto lançado seguindo o gráfico.
Amostra – Um quadrado de 10 cm em p. fantasia n21, nas ag. n2 5 = 22 p. x 25 carr.
Realização:
Costas – Montar 99 p. nas ag. ns 4 e tric. 8 cm em barra 1/1, distribuindo 11 aum. na
última carr. Passar para as ag. n2 5, continuar em p. fantasia seguindo o gráfico n21, A 43 cm do começo, para as cavas rem. de cada lado a 3 p. das bordas, cada 2 carr.: 1 p. (12 v.). A 64 cm do começo, rem. Frente – Trabalhar como nas costas, até 57 cm do começo. Nesta altura, para o decote rem. os 22 p. centrais e continuar cada lado separadamente rem. do lado do decote cada 2 carr.: 4 p.; 3 p.; 2 p. e 1 p. (2 v.). A 64 cm do começo, rem. Mangas – Montar 43 p. nas ag. n2 4 e tric. 8 cm em barra 1/1, distribuindo 11 aum. na última carr. Passar para as ag. n° 5, continuar em p. fantasia seguindo o gráfico n2 1. Aum. de cada lado cada 4 carr,: 1 p, (8 v.)ecada6carr.: 1 p. (11 v ). A 47 cm do começo, para as cavas rem. de cada lado cada 2 carr.: 2 p. (5 v.) e 1 p. (2 v.). A 53 cm do começo, rem.
Modo de armar:
Costurar os ombros. Levantar 91 p. ao rede?-) do decote com a ag. circular e tric. em p. fantasia seguindo o gráfico n2 2. A 8 cm do começo, rem. Montar as mangas. Fechar os lados e as mangas. Bordar o centro dos losangos em p. lançado seguindo o gráfico indicado.

Compartilhe no:
  • Orkut
quarta-feira, dezembro 28th, 2011 | Author:

modelos vestidos malha

Tamanho – 42/44.
Material:
Pingouin Família – 9 nov. fúcsia; ag. para tricô Pingouin ns4 e 5; ag. eircular Pingouin n°4.
Pontes empregados:
Barra 1/1. Ponto meia. Avesso do ponto meia – Ver p. de base à pág. 43. Ponto fantasia – Seguir o gráfico. Amostra – Um quadrado de 10 cm em p. fantasia, nas ag. na 5 = 24 p. x 27 carr.
Realização:
Costas – Montar 108 p. nas ag. nfi 4 e tric. 3 cm em barra 1/1. Passar para as ag. n2 5 e tric. em p. fantasia seguindo o gráfico. A 20 cm do começo, para as cavas rem. de cada lado cada 2 carr.: 6 p. e 2 p. (3 v.). A 42 cm do começo, rem. Frente – Trabalhar como nas costas, até 17 cm do começo. Nesta altura, para o decote dividir o trabalho ao meio e continuar cada lado separadamente rem. do lado do decote cada 2 carr,: 1 p. (15 v.) e cada 4 carr.: 1 p. (9 v.). A 20 cm do começo, rem. as cavas como nas costas. A 42 cm do começo, rem. Mangas – Montar 93 p. nas ag. n2 4 e tric. 3 cm em barra 1/1. Passar para as ag. n°5 e tric. em p. fantasia seguindo o gráfico. Aum. de cada lado cada 26 carr.: 1 p. (4 v.). A 43 cm do começo, para as cavas rem. de cada lado cada 2 carr.: 5 p. (7 v.); 6 p. (2 v.). A 50 cm do começo, rem.
Modo de armar:
Costurar os ombros. Remate do decote -Levantar 187 p. ao redor do decote com ag. circular e tric. em barra 1/1. A 2 cm do começo, rem. Montar as mangas. Fechar os lados e as mangas.

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: Sem categoria  | Deixe um comentário
terça-feira, outubro 18th, 2011 | Author:

Top com ombros

TOP COM OMBROS À AMERICANA.
MATERIAL (TAMANHO 42).
200 g de linha perle 3 Adrian, 100% algodão egípcio (100 g = 270 m) em vermelho n° 100. Agulhas de tricot n° 31/2en°41/2.
PONTOS UTILIZADOS.
Ponto do cós 1 /1. Malha meia lisa.
AMOSTRA.
22 m e 28 voltas em m meia lisa com as agulhas n° 41/2 = 10 x 10 cm.
EXECUÇÃO.
Faixa de base: Executar 49 m com as agulhas n° 31/2 e tricotar 63 cm no ponto do cós 1/1. Rematar as m. Busto e alças (executar 2): Executar 48 m com as agulhas n° 4 1/2. 1a volta (direito do trabalho): 2 m meia, 1 m liga, 1 m meia, 1 m liga, depois, tric. em meia até às últimas 5 m e, a seguir, 1 m liga, 1 m meia, 1 m liga, 2 m meia. 2a volta: 1 m meia, (1 m liga, 1 m meia) durante 2 vezes, tricotar em liga até às últimas 5 m e, depois, (1 m meia, 1 m liga) durante 2 vezes, 1 m meia. Repetir estas 2 voltas ainda 1 vez. 5a volta: 2 m meia, 1 m liga, 1 m meia, 1 m liga, 1 acavalamento simples (passar 1 m em meia sem a trabalhar, tricotar 1 m em meia, depois, acavalar a m passada sobre a m tricotada em meia), tric. em meia até às últimas 7 m e, depois, 2 m juntas em meia, 1 m liga, 1 m meia, 1 m liga, 2 m meia. 6a volta: como a 2a volta. 7a e 8a voltas: como as 1a e 2a voltas. Repetir da 5a à 8a volta até ficarem 26 m. Repetir da 5a à 8a volta ainda 1 vez e, depois, repetir a 1a e a 2a volta durante mais 1 vez. Repetir as últimas 6 voltas até restarem 12 m. Após 43 cm de altura total, rematar todas as restantes m.
CONFECÇÃO:
Coser a faixa de base em círculo, mantendo a costura no lado esquer-do. Coser as duas partes do busto, começando no centro da frente da faixa. As alças atam-se atrás do pescoço.

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: Sem categoria  | Deixe um comentário
domingo, setembro 11th, 2011 | Author:

Toalhas de mesa bordadas

Duas toalhas, densamente trabalhadas, que resultam em duas pequenas obras primas. A primeira evolui nd graça do Bordado da Madeira e a segunda alicerça-se num jogo de justaposições que lhe cria texturas diversas. Duas pequenas maravilhas…

Compartilhe no:
  • Orkut